Weby shortcut

Publicações do PPGP

Atualizado em 19/08/16 11:40.

Publicações selecionadas de membros do PPGP

5 PUBLICAÇÕES SELECIONADAS DE CADA MEMBRO DO PPGP

 

Anderson de Brito Rodrigues

Rodrigues, A. B. & Araújo, J. V. P. (2015). Psicologia em Goiás: Entre a conservação de um discurso higienista e a construção de um ideário pedagógico renovador. Em D. U. Hur, F. Lacerda Jr. e M. do R. S. Resende (Orgs.), Psicologia e transformação: Intervenções e debates contemporâneos (pp. 37-57). Goiânia: Ed. da UFG.

Rodrigues, A. B. & Araújo, J. V. P. (2012). História da Psicologia escolanovista em Goiás sob o prisma da relação Psicologia e Educação. Em E. Lourenço, R. Assis e R. H. F. Campos (Orgs.), História da psicologia e contexto sociocultural: Pesquisas contemporâneas, novas abordagens (pp. 291-300). Belo Horizonte: PUC-Minas.

Rodrigues, A. B. & Araújo, J. V. P. (2011). Dos princípios de Psicologia à Psicologia da Escola Nova nos currículos e nas reformas escolares em Goiás (1884-1930). Em V. M. L. Barra (Org.), Estudos de história da Educação de Goiás (1830-1930). (pp. 189-204). Goiânia: PUC-GO.

Rodrigues, A. de B. (2009). História da Psicologia em Goiás. Temas em Psicologia, 17(1), 135-150.

Rodrigues, A. B. (2004). Psicologia e educação: Algumas reflexões acerda da Psicologia e suas influências no cenário educacional brasileiro. Em M. V. Cupolillo e A. O. B. Costa (Orgs.), A psicologia em diálogo com a educação (pp. 13-34). Goiânia: Alternativa.

 

Cristóvão Giovani Burgarelli

Burgarelli, G. C. (2013). Barrado o inconsciente freudiano. Em N. Leite e E. Gasparini. (Orgs.). Psicanálise e mal-estar na universidade (pp. 93-102). Campinas: Mercado de Letras.

Burgarelli, G. C. (2012). Em torno da letra: Linguagem, ensino e subjetividade. Inter-ação, 37(1), 15-26.

Burgarelli, C. G. & Ribeiro, P. R. (2010). Alguns efeitos do discurso da ciência na atualidade. Revista Educação em Questão, 38(24), 34-56.

Burgarelli, C. G. (2007). Sobre o sujeito da psicanálise. Estilos da Clínica (USP), 12(23), 214-223.

Burgarelli, C. G. (2005). Linguagem e escrita: Por uma concepção que inclua o corpo. Goiânia: Ed. da Universidade Católica de Goiás.

 

Domenico Uhng Hur

Hur, D. U. (2014). Esquizoanálisis y Esquizodrama, clínica y política: Presentación de la obra de Gregorio Baremblitt. Teoría y Crítica de la Psicología, 4, 1-16.

Hur, D. U. (2013). Contributions of Schizoanalysis for Critical Psychology in Brazil. Annual Review of Critical Psychology, 10, 203-218.

Hur, D. U. (2013). Tecnopolítica: Da guerrilha armada à gestão da vida. Polis e Psique, 3(1), 04-25.

Hur, D. U. (2012). Cartografias da luta armada: a guerrilha como máquina de guerra. Mnemosine, 8(2), 51-69.

Hur, D. U. (2007). A psicologia e suas entidades de classe: Histórias sobre sua fundação e algumas práticas no estado de São Paulo nos anos 70. Revista Psicologia Política, 7(13).

 

Emílio Peres Facas

Mendes, A. M. B.; Lima, S. C. & Facas, E. P. (Orgs.) (2007). Diálogos em Psicodinâmica do Trabalho. Brasília: Paralelo 15.
Facas, E. P. & Mendes, A. M. B. (2011). Transgressões como resistência aos modos perversos de gestão da organização do trabalho. Em M. C. Ferreira, J. N. G. Araújo, C. P. Almeida e A. M. Mendes (Orgs.) Dominação e resistência no contexto trabalho-saúde (pp. 61-80). São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie.
Facas, E. P. (2013). Prazer-sofrimento no trabalho: A abordagem psicodinâica do trabalho. Em V. L. D. C. Schlindwein (Org.), Saúde mental e trabalho na Amazônia: múltiplas leituras sobre prazer e sofrimento no trabalho (pp. 40-53). Porto Velho: EDUFRO.

 

Fernando Lacerda Jr.

Lacerda Jr., F. (2014). Socialism, Overview. Em T. Teo. (Org.), Encyclopedia of Critical Psychology (pp. 1815-1820). New York: Springer.

Lacerda Jr., F. (2013). Capitalismo dependente e psicologia no Brasil: Das alternativas à psicologia crítica. Teoría y Crítica de la Psicología, 3, 216-263.

Lacerda Jr., F. & Guzzo, R. S. L. (2011). Sobre o sentido e a necessidade do resgate crítico da obra de Martín-Baró. Em R. S. L. Guzzo e F. Lacerda Jr. (Orgs), Psicologia social para América Latina: O resgate da psicologia da libertação (pp. 15-37). Campinas: Alínea.

Lacerda Jr., F. (2010). Notas sobre o desenvolvimento da psicologia social comunitária. Em F. Lacerda Jr. e R. S. L. Guzzo (Orgs.)Psicologia e sociedade: Interfaces no debate sobre a questão social (pp. 19-41). Campinas: Alínea.

Lacerda Jr., F. & Guzzo, R. S. L. (2006). MST e Consciência de Classe: Estudo a partir da trajetória de um militante. Revista Psicologia Política, 6(12), 289-336.

 

Filipe Milagres Boechat (colaborador / PNPD)

Boechat, F. M. (2015). Dissenso epistemológico na Psicologia Social contemporânea. Em E. Lourenço, M. do C. Guedes e R. H. de F. Campos (Orgs.), Psicologia, Psicanálise e Educação (Encontros anuais Helena Antipoff). Belo Horizonte: PUC-Minas. 

Boechat, F. M. & Portugal, F. T. (2014). Construcionismo social. Em S. de F. Araújo (Org.), Fundamentos filosóficos da psicologia contemporânea. Juiz de Fora: UFJF.

 

Gisele Toassa

Toassa, G. (2014). Creating a materialistic psychology sources and influence of Spinoza in Vygotsky s works. International Journal of Liberal Arts and Social Science, 2(5), 83-94.

Toassa, G. (2013). É possível o domínio dos afetos no trabalho docente? Considerações a partir de Espinosa e Marx. Filosofia e Educação, 5(1), 130-155.

Toassa, G. (2012). Modernidade anômala e pré-escola: análise de uma relação pedagógica e suas repercussões na ontogênese da consciência infantil. Psicologia da Educação, 34, 84-103. 

Toassa, G. (2011). Emoções e vivências em Vigotski. Campinas: Papirus.

Toassa, G. & Souza, M. P. R. de (2010). As vivências: questões de tradução, sentidos e fontes epistemológicas no legado de Vigotski. Psicologia USP , 21(4), 757-779.

 

Maria do Rosário Silva Resende

Silva, F. M. S. P. da; Resende, M. do R. S. & Roure, S. A. G. de (2015). Formação moral e autonomia do professor universitário: Uma reflexão a partir da teoria crítica da sociedade. Em D. U. Hur, F. Lacerda Jr. e M. do R. S. Resende (Orgs.), Psicologia e transformação: Intervenções e debates contemporâneos (pp. 91-106). Goiânia: Ed. UFG.

Resende, M. do R. S. & Roure, S. A. G. de (2012). Formação cultural e moral: a crítica da razão. Inter-ação, 37(1), 147-159.

Resende, M. R. S. (2010). Professor universitário: Formação cultural, emancipação e autonomia. Em A. C. A. Resende e J. C. Chaves (Orgs.), Psicologia Social: crítica socialmente orientada. Goiânia: PUC-Goiás.

Resende, M. do R. S. (2008). A formação moral e pragmatismo na educação brasileira. Em M. G. Miranda e A. C. A. Resende (Orgs.), Escritos de Psicologia, Educação e Cultura (pp. 63-81). GOiânia: Ed. da UCG.

Resende, M. do R. S. (2003). A educação com base em uma formação para emancipação: uma reflexão. Inter-ação, 28(1), 37-49.

 

Priscilla Melo Ribeiro de Lima

Lima, P. M. R. ; Coelho, V. L. & Günther, I. (2011). Envolvimento vital: um desafio da velhice. Geriatria & Gerontologia, 5(4), 261-268.

Lima, P. M. R. de; Viana, T. & Lazzarini, E. (2011). “Velhice? Acho ótima, considerando a alternativa”. Reflexões sobre velhice e humor. Revista Mal-Estar e Subjetividade (Impresso), 11(4), 1597-1618.

Lima, P. M. R. de & Coelho, V. L. D> (2011). A arte de envelhecer: Um estudo exploratório sobre a história de vida e o envelhecimento. Psicologia: Ciência & Profissão, 31(1), 4-19.

Lima, S. C.; Lima, P.; Coroa, M. L. (no prelo). Identidade de velhos: modos de identificação e discursos de resistência na velhice. Domínios de Lingu@Gem.

Lima, P.; Lima, S. & Viana, T. (no prelo). No tempo dos becos de Goiás... Poiesis, temporalidade e velhice em Cora Coralina. Kairós Gerontologia.

 

Susie Amâncio Gonçalves de Roure

Resende, M. do R. S. & Roure, S. A. G. de (2012). Formação cultural e moral: a crítica da razão. Inter-ação, 37(1), 147-159.

Roure, S. A. G. de (2012). A autoridade na educação contemporânea. Em C. H. de Carvalho (Org), Desafios da produção e da divulgação do conhecimento (pp. 209-224). Uberlândia: Editora da Universidade Federal de Uberlândia.

Roure, S. A. G. (2009). A autoridade na educação contemporânea. Goiânia: Ed. UFG.

Roure, S. A. G. (2008). Concepções de indisciplina escolar e limites do psicologismo na educação. Em M. G. Miranda e A. C. A. Resende (Orgs.), Escritos de Psicologia, Educação e Cultura (pp. 99-123). GOiânia: Ed. da UCG.

Roure, S. A. G. de (2008). Educação e crise da autoridade na perspectiva de Hannah Arendt. Educativa, 10(2), 179-190.

 

Tatiana Machiavelli Carmo Souza

Santeiro, T. V., Souza, T. M. C., Santeiro, F. R. M., Scorsolini-Comin, F. (2015). Produção científica sobre família e comunidade na Base de Dados PePSIC (2002/2012). Psicologia: Ciência e Profissão, 35(2), 307-325

Rossato, L. & Souza, T. M. (2014). Psicologia e adolescentes em conflito com a lei: Reflexões a partir do estágio. Revista da SPAGESP, 15(1), 112-122.

Souza, T. M. C. & Juiz, A. P. M. (2014) Sistema prisional, família e cuidado: um relato de experiência. Revista Perspectivas do Desenvolvimento: um enfoque multidimensional, 2(2), 162-180.

Souza, T. M. C. & Oliveira, C. A. H. S. (2013). Trabalho docente: Representações sociais em professores de uma universidade pública. Psico, 44(4), 590 - 600.

Souza, T. M. C., Lobo, B. T. F., Silva, F. S. (2014). O olhar sobre o corpo feminino: Uma análise da revista corpo a corpo. Revista Nucleus, 11(1), 217-226.

 

Tiago Cassoli
Listar Todas Voltar